A vida de uma Abelhinha na sua pequena, e por vezes confusa, colmeia!

.Abelhinha

.Novembro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30


.Potes de mel

. Pensamentos Profundos... ...

. O que trago cá dentro

. A indecisao de ser decidi...

. Costumes

. Ficamos por aqui.

. Não te amo

. Noddy oTraficante de Drog...

. Ladies and Gentleman... T...

. Ron Mueck

. POEMA À MÂE

.arquivos

. Novembro 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Novembro 2007

.Fazer olhinhos

.piaçaba

badge

.Fábrica de historias

Segunda-feira, 27 de Outubro de 2008

Noite de gatas

 

Sábado à noite girls night out!! Iupi!!.......

 
Jantar na casa da minha Sandrinha, eu e a Rachel comparecemos lindas e maravilhosas para a saída!
Depois de um jantar bem regado, com conversa de gajas bem apimentada, leia-se, falou-se de gajos! Trecho ilustrativo:
 
............(XXX-rated...)................
 
 
Uma conversa de mulheres com a recém-mulher Sarinha acerca de se ter tornado isso mesmo, uma conversa picante com o João no Messenger, e um stress com o namorado que se atrasou depois e lá acabamos por sair! Ufa…
 
Rumámos ao sitio do costume, entre solavancos e travagens bruscas no Yaris da Sandra que por sinal estava a ser conduzido por uma Rachel inexperiente (em Yaris!!)!
Lá chegadas sentamo-nos as 3 ao balcão armadas em poderosas, beicinho para o barman e um “ai o que leva essa bebida?... deve ser boa” rendeu-nos um shot e a atenção do mesmo! Dançamos e bebemos e quase ao fim da noite tivemos a companhia do Tiago amigo das minhas meias doses.
 
Saímos quando o bar fechou, e a caminho do maltratado carro deu-se o sucedido que dá nome a este post (Sim, o mesmo não é só e apenas relativo à saída de moças mas sim a gatos com bigode e pêlo, denote-se a destreza para a escrita da autora do blog… cof cof…)!
Vimos passar uma ninhada de gatinhos pretos, ao que não me contive e lá tive de pegar no bichinho (nunca me contenho e por isso mesmo me vejo inúmeras vezes nas situações bicudas como esta que vou descrever e que me faz pensar… Só eu… Porque é que me meto nestas merdas?... Devia ter deixado o bicho sossegado!...). A Sandra queria ir para a disco e o restante grupo não, o que não a alegrou nada que acabássemos minutos depois com um gato no carro e a caminho da casa dela!
Chegados a casa e com um chá e torradas à frente, começamos a deliberar acerca de quem iria ficar com a meiguinha Preta. Coitada da Sandra, só queria ir dançar acabou com uma gato ao fim da noite! Posto isto tratei de me raspar não me fosse calhar a mim a tarefa de adoptar o mal fadado gato, ate porque tinha sido eu a enfiar-me no carro com ele!
A caminho do meu carrinho, já na rua, eis que temos o “gatinho perdido parte II”. Surge um miar debaixo do carro da Rachel: “Possas a gata fugiu! Tá debaixo do carro da Raquel! Apanha-a! Apanha-a Não a deixes fugir!!” começou tudo a gritar!! (Já eram 5 da matina!!) depois de se meter tudo de cu para o ar a olhar para baixo do carro chegamos à curiosa, e digamos que cómica, conclusão que era OUTRO gatinho pequenino perdido… Vá de pegar neste e leva-lo para casa da Sandra outra vez que desta é que ela desejou MESMO ter ido para a Disco!!!...
 
Encontrávamo-nos portanto as 5 da matina com dois gatos pequenos a miar e a esconderem-se atrás do frigorífico e sem a mínima vontade de os adoptar…
A Preta e o mecânico (assim de chama o parte II visto estar escondido no motor do carro e estar cheio de óleo!) tinham de ter uma solução para a sua curta vidinha! Resolvi ser uma mulherzinha crescida e responsável e levar a gatinha para… a casa da minha mãe!!!!
O colectivo alegrou-se com a minha solução e apressou-se a enfiar a gata dentro de um cesto e a mim dentro do carro caminho a Faro (porque seria???)!
Falei com a minha mãe pelo caminho e tentei usar de toda a minha persuasão para tentar que ela ficasse com mais um animal lá em casa. Ela aceitou.
Só mesmo com a minha mãe é que eu consigo estas coisas… Lá chegada apresentamos a Maria Preta ao gato que não lhe fez mal, e à Kikinhas (cadelinha porta chaves) que a adoptou completamente (a minha princesa é um docinho mesmo!). O Xico num achou piada ao novo inquilino mas a isso só posso dizer… Temos pena.
Quando sai lá de casa e ia a despedir-me da minha mãe, disse-lhe a frase que melhor ilustrava a situação e demonstrava todo o meu apreço e agradecimento pelo gesto da minha mamã: “Olha ficaste com a batata quente! Amanha ligo.”
 
Dia seguinte a saga, tentei usar da minha doçura com o Texugo para tentar ter um gato lá em casa ao que obtive um: “Já me estas a chatear com essa historia do gato. Não vês que não dá!!” (Passei a bendita da tarde toda com a mesma ladainha, mesmo durante o jogo do Benfica – Naval, que admito não foi uma táctica bem pensada mas estava um pouco a apelar já. Batalha perdida… Amanha volto à carga!!! Escusado será dizer que nem lhe contei a minha aventura, senão bem que o podia ouvir e acusar-me de ter de pensar melhor e não puder trazer os bichos todos para casa. Bem sei que é verdade mas que querem… Vive dentro de mim uma velhota dos gatinhos
sinto-me: Na boa!!!...

publicado por Abelhinha às 12:00

link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds